[ editar artigo]

Importância da Defesa Pessoal

Importância da Defesa Pessoal

De acordo com o Atlas da Violência, o Brasil é um dos 10 países mais violentos do mundo e esse número só aumenta a cada ano. E quando se trata de mulheres, a questão da violência fica mais delicada ainda. Segundo o último relatório do Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2018 foram registrados mais de 50 mil casos de violência sexual no país e, nesses números, mais de 80% eram mulheres. 

Com isso, um meio de conseguir uma maior independência e viver com mais segurança é a defesa pessoal. Para entender um pouco mais sobre a sua importância e também para trazer algumas dicas de como se defender, a Voit conversou com  a instrutora de defesa pessoal Marcia Cristina. 

Trajetória de Marcia Cristina 

Praticante de Karatê e instrutora de defesa pessoal feminina no Karatê Fernandes Defesa Pessoal e Sobrevivência Urbana, Marcia pratica artes marciais há 26 anos e nos seus anos de estudos sempre teve como enfoque a autodefesa da mulher. 

 

Em quais casos é recomendado a autodefesa 

Segundo a instrutora, a defesa pessoal é um direito de todos, mas devemos ter cuidado ao utilizá-la. Sendo somente recomendada quando existe um risco físico real. 

Dicas de como ter mais segurança ao caminhar na rua  

Sabemos que a rua é um local perigoso, sobretudo para as mulheres. Pensando nisso, a Marcia separou algumas dicas de como andar com mais segurança nas ruas: 

1. Bolsa atravessada

A bolsa nunca deve ficar apoiada somente em um ombro. A forma mais eficiente de evitar assaltos é deixando sempre a bolsa atravessada, porque assim fica mais difícil retirá-la do corpo.  

2. O cabelo deve sempre ficar preso 

O puxão de cabelo é um ataque muito recorrente nas mulheres, então manter o cabelo preso dificulta esse tipo de agressão e caso ocorra é mais fácil de escapar do agressor.

3. Evite andar com jóias e objetos que chamam a atenção

Jóias e objetos de valor sempre chamam muito atenção dos assaltantes. Por isso, sempre que estiver usando, retire ao caminhar na rua. 

4. Ao andar a noite procure os caminhos mais seguros 

A rua no período da noite é sem dúvidas um dos momentos que a mulher está mais vulnerável. Em função disso, procure sempre os trajetos mais movimentados e, se possível, busque uma companhia segura ao percorrê-los.

5. Celular deve ficar guardado 

Quando utilizamos o celular na rua nos tornamos alvos fáceis, por isso, só o utilize se for muito necessário e ao terminar guarde na mochila.

6. Não utilize fones de ouvido e preste atenção ao redor 

Ao caminhar na rua devemos prestar atenção no que está acontecendo ao nosso redor e o fone de ouvido tira a nossa atenção. Com isso, nunca utilize fones de ouvidos enquanto estiver na rua e sempre preste atenção na expressão das pessoas. Se a pessoa estiver te olhando muito, desconfie. 

Defesa pessoal como uma forma de aumentar a autoestima da mulher

A instrutora Marcia relata que depois que começou a praticar a defesa pessoal se sentiu muito mais segura para sair e ocupar os espaços. Para Marcia, ocorreu uma grande mudança física e psicológica. 

Por último conta, a treinadora, ainda relata que a autoestima dela aumentou muito com a defesa pessoal porque ela passou a se sentir mais segura não apenas nos espaços, mas passou a confiar mais em si mesma e em suas capacidades. 

A Voit espera que esse conteúdo tenha sido útil e que também tenha servido de incentivo a mais mulheres recorrem a defesa pessoal como uma forma de autocuidado físico e mental. 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você