[ editar artigo]

Jogos Paraolímpicos

Jogos Paraolímpicos

Fonte: Brasil Escola

O esporte adaptado para pessoas com deficiência só teve o seu início oficial após a Segunda Guerra Mundial, quando muitos soldados voltaram para casa mutilados. Após esse primeiro acontecimento ano após ano novas iniciativas de acessibilidade ao esporte para pessoas com deficiência foram surgindo.  

A origem do paraolimpíada foi na Inglaterra por meio do neurologista e neurocirurgião alemão Ludwig Guttmann, que cuidava de pacientes vítimas de lesão medular ou de amputações de membros inferiores, quando teve a iniciativa de fazer com que eles praticassem esportes dentro do hospital. Com isso, em 1948 o médico aproveitou os XVI Jogos Olímpicos de Verão para criar os Jogos Desportivos de Stoke Mandeville.

O evento foi ganhando força até que, em 1960, foram realizados os primeiros Jogos Paralímpicos oficiais da história. A sede foi Roma, que recebeu 400 atletas de 23 países diferentes, em provas exclusivas para cadeirantes.

Jogos nos dias de hoje e o Brasil 

Hoje, os Jogos Paralímpicos já são um evento reconhecido no mundo todo. Agora em Tóquio 2020 grandes emoções prometem.

A estreia do Brasil foi em 1972 na Alemanha, com um grupo de 20 atletas homens, que terminou sem medalhas. A primeira foi conquistada nos Jogos de Toronto, quatro anos depois. Atualmente o Brasil também tem se destacado na competição. Em Pequim 2008, o país ficou entre os 10 primeiros colocados pela primeira vez na história, terminando na nona posição do quadro de medalhas. 

Quatro anos depois, a delegação alcançou seu melhor resultado até hoje, ficando em sétimo. E em casa, na Rio 2016, os brasileiros terminaram em oitavo, mas conquistaram o maior número de medalhas até agora: 72. 

A Voit espera que esse conteúdo tenha sido útil e que cada vez mais pessoas possam se unir por meio do esporte e lutar para transformar o mundo em um local mais inclusivo e diverso.  Lembrando que esse espaço é colaborativo. Você que também está evoluindo praticando esportes, escreva no Mundo Voit e compartilhe experiência com outros Voiters, para que possamos evoluir cada vez mais!

“Tanto nós como os olímpicos derramamos o mesmo suor para chegar à medalha. O hino que ouvimos e a bandeira que sobe são as mesmas” disse Antônio Tenório, maior judoca paraolímpico de todos os tempos. 

Brenda Marques Meira - Comunicação Voit

Ler conteúdo completo
Indicados para você