[ editar artigo]

Voit entrevista: Edu Rocha (Canal Sprint Final)

Voit entrevista: Edu Rocha (Canal Sprint Final)

Durante a pandemia o número de adeptos a corrida de rua sofreu um grande aumento. Em 2020, a Global Running Day realizou uma pesquisa com 14 mil corredores de 12 países diferentes, apontando que um terço das pessoas entrevistadas estão mais ativas agora do que antes da pandemia.

Pensando nisso, a Voit conversou com o Edu Rocha, idealizador do Canal Sprint Final, para conhecer um pouco do universo das corridas de rua e os desafios de um atleta amador.

Trajetória de Edu

Professor de matemática e apaixonado por esporte, Edu começou desde cedo a praticar futsal, mas nunca de forma profissional e o seu objetivo sempre foi o bem estar físico e mental. Com o passar dos anos Edu começou a se distanciar desse esporte e em setembro de 2011 foi desafiado pelo pai a participar de uma corrida de rua:

“Meu pai sabe que eu sou muito competitivo e era a única maneira de me fazer participar de uma corrida de rua. Pensando nisso, ele me enviou um certificado por e-mail  de uma prova de 300 metros que eu participei quando eu tinha 4 anos e segundo ele eu fiquei em 1ª lugar. Eu não podia perder para o Edu do passado e foi assim que eu fui convencido a participar. “

Aceitando a proposta do pai, Edu começou a se dedicar aos treinos, traçando como objetivo principal realizar a prova inteira correndo, ou seja,  não caminhar em nenhum momento.  Então no dia 2 de outubro de 2011 o professor participou da sua primeira corrida de rua, alcançando o seu objetivo de apenas correr e ainda conseguiu um desempenho muito melhor do que nos treinos.

Desse dia em diante o Edu se apaixonou pela corrida de rua e não parou mais. Atualmente, o corredor amador já participou de 13 maratonas e está a cada dia incentivando mais pessoas a iniciarem no esporte.

Canal Sprint Final

Em 2017 Edu estava passando por um período de muita ansiedade, e como possuía algumas tardes livres decidiu começar a produzir vídeos sobre corrida de rua para manter a sua cabeça ocupada. O seu projeto se iniciou no Youtube, produzindo vídeos sobre as suas experiências pessoais como atleta amador e sempre deixando bem claro que não são dicas de um profissional: 

“São dicas de experiências pessoais e não profissionais. Meu objetivo é fazer com que as pessoas criem coragem para colocar um tênis e correr.”

Com o passar do tempo seu projeto foi ganhando mais força e, atualmente, a Sprint Final possui um grande alcance no Youtube e no Instagram.

Dicas para quem está começando

1.Tome coragem e apenas comece

Mesmo que seja devagar comece a correr mesmo que aguente por pouco tempo no início, faça uma “corrinhada” e aumente o ritmo respeitando os seus limites. 

2. Trace metas 

A melhor forma de não desanimar no esporte é definindo os seus objetivos. 

3. Procure ajuda de um profissional

Para realizar essa atividade com segurança e respeito ao seu corpo é preciso do auxílio de um profissional da área. Edu recomenda que todo atleta iniciante procure um personal ou uma assessoria esportiva. 

4. Alimentação balanceada

Nosso corpo precisa de vários nutrientes e quando começamos a treinar a alimentação normal não dá conta. O mais recomendável é procurar ajuda com um nutricionista. 

Pandemia 

O Edu relata que no início da pandemia o seu ritmo de treinos diminuiu muito e o desânimo muitas vezes vencia. Porém ele decidiu encarar 2020 como um novo começo e definiu novos objetivos. Essa foi sua estratégia para continuar motivado nesse período conturbado. 

Nos primeiros meses de pandemia o atleta corria na esteira e chegou a realizar uma meia maratona no equipamento. Com o decorrer dos meses, frequentar parques se tornou mais viável, mas sempre ressalta a importância das medidas de proteção ao coronavírus nessa atividade e que a máscara não deve ser vista como um impedimento. 

“O nosso corpo é adaptável. Se eu consigo correr usando máscara todo mundo consegue. O único jeito de entender que é possível é utilizando. Não existe máscara esportiva, existe máscara que você se adaptou a ela.”

Planos do canal para o futuro 

Para o futuro do canal Edu planeja voltar a produzir, porque o conteúdo fica limitado na pandemia: 

“Eu planejo retomar o canal no Youtube porque ele teve uma pausa durante a pandemia. Eu não quero ficar enchendo linguiça com informações que não cabem a mim, eu sou um atleta amador. Eu gosto de mostrar a rotina das provas e para isso elas precisam voltar.”

Produtos usados 

Segundo Edu, durante a pandemia as pessoas começaram a se desfazer de mais produtos e também houve um crescimento do interesse das pessoas no esporte. Comprar um produto usado em excelentes condições é mais viável. 

O que torna a corrida de rua tão especial 

Edu acredita que a corrida de rua é fundamental para o autoconhecimento e as diferentes formas de se desafiar através do esporte. Porém ele afirma que algumas sensações são inexplicáveis e as pessoas precisam sentir para saber e se considera um privilegiado por saber disso: 

“A Corrida é para qualquer um, mas nem todos alcançam esse poder. Se você corre, então, sinta-se um privilegiado.”

A Voit espera que esse conteúdo tenha sido útil e servido de incentivo a conhecer cada vez mais esse esporte. Não esqueça de acompanhar nas redes sociais o trabalho maravilhoso que o Edu tem desenvolvido: @canalsprintfinal.

Lembrando que esse espaço é colaborativo. Você que também está evoluindo por praticar esportes, escreva no Mundo Voit e compartilhe experiência com outros Voiters, para que possamos evoluir cada vez mais!

Ler conteúdo completo
Indicados para você